sexta-feira, 24 de março de 2017

Com presença de Comunidade Indígena, Assembléia Legislativa aprova doação de área para a associação de moradores da Água Bonita

21/03/2017        13:30



Por;Sander Barbosa Pereira


Indígenas da Água Bonita chegando na Assembléia Legislativa - MS







Nesta manhã com a presença de moradores e lideranças Indígenas da Comunidade Água Bonita a Assembléia Legislativa de Mato Grosso do Sul, através de votação aprovou a doação da área que era do governo do estado para a associação de moradores  da comunidade Indígena Água Bonita.

Momento da votação que autoriza a doação da área para a comunidade Água Bonita


Com maioria dos votos dos deputados presentes nesta sessão de hoje a luta que já durava 17 anos, chega ao fim e com um resultado surpreendente para os indigenas participantes, muita emoção.

Jovens Indígenas reforçaram o pedido para a aprovação da área


O deputado estadual João Grandão do PT/MS, presidente da Comissão de Assuntos Indígenas foi o responsável por levar esta demanda da comunidade Indígena para a Assembléia Legislativa, após várias reuniões com s secretária de Habitação Maria do Carmo da Agehab e Indígenas.

Duas gerações presentes na  Assembléia Legislativa


Este foi um processo de muita paciência e persistência assim define o Cacique Nito Nelson - presidente da Associação de Moradores da Água Bonita, foram 17 anos de espera e que hoje realiza o sonho de 190 familias desta comunidade.

Cacique Nito Nelson transmitindo confiança aos moradores


" Estou muito feliz e emocionado por saber que o deputado João Grandão conseguiu sensibilizar seus companheiros de parlamento a votar em sua maioria pela aprovação desta doação da área que para nós é muito sagrada e representa a continuidade das nossas crenças e tradições " . Nito Nelson.


Deputado Estadual João Grandão PT/MS, com moradores e lideranças Indígenas da Água Bonita, após a aprovação da doação da área



" Com a aprovação desta doação de área para a associação, estamos extremamente feliz e com o sentimento de dever cunmprido,após 17 anos de luta na busca pela regularização  desta localidade juntamente com o cacique e com o apoio da nossa comunidade e do deputado João Grandão sem o qual não teriamos forças para continuar ", assim também definiu o vice  presidente da associação Alexandre Arévalos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário